Gestão 15/05/2019 - 18:19 - Seleucia Fontes / Governo do Tocantins

Governo apresenta avanços em obra de restauração durante reunião do movimento Amigos do Palacinho

Vieira de Melo explicou que o plano museal está em andamento Vieira de Melo explicou que o plano museal está em andamento - Tharson Lopes / Governo do Tocantins
Wagner Praxedes comemorou os avanços na obra de restauração do Palacinho Wagner Praxedes comemorou os avanços na obra de restauração do Palacinho - Tharson Lopes / Governo do Tocantins

Representantes do Governo do Estado estiveram reunidos na noite de terça, 14, com os integrantes do movimento Amigos do Palacinho, com o objetivo de apresentar o que já está sendo feito em torno das melhorias físicas da edificação que abriga o Museu Histórico do Estado. De acordo com o secretário da Infraestrutura, Cidades e Habitação (Seinfra), Renato Assunção, os trabalhos de matutenção elétrica e hidráulica já estão em andamento e devem ser concluídos em 60 dias.

O projeto também prevê a recuperação do telhado e da pintura. Segundo o superintente de obras da Seinfra, Antônio Marques, está em teste um verniz que não propaga o fogo, já que toda a construção é em madeira, sendo a maioria jatobá. “A obra está em andamento e não vamos parar enquanto não estiver concluída”, reiterou Renato Assunção.

Sob responsabilidade da Prefeitura de Palmas, o trabalho de paisagismo também está em andamento. Segundo o diretor de Parques e Jardins, Miguel Fonseca, a preocupação não é apenas com a recuperação emergencial da área, mas também com sua preservação. “Este é um compromisso da Prefeitura”, disse, revelando que o Palacinho entrará no cronograma de manutenção de áreas públicas.

O superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no Tocantins, Marcos Zimmermann, lembrou que não pode haver descaracterização do prédio, por se tratar de patrimônio tombado pelo Estado, e informou que inviará equipe para acompanhamento técnico dos trabalhos. “É importante dividirmos responsabilidades e o Iphan estará presente”, pontuou.

“O importante é vermos que o trabalho está andando”, disse o idealizador do movimento Amigos do Palacinho, Wagner Praxedes, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), pontuando que o trabalho museal deverá ocorrer após uma ampla discussão.

A reunião contou com a participação de representantes do governo, como o secretário de Comunicação João Neto, e de vários setores da sociedade civil, bem como ex-gestores da Capital e políticos, sendo que o movimento recebeu novos integrantes dispostos a colaborar com o projeto. Entre eles, a museóloga Liliane Bispo dos Santos, que enfatizou a necessidade de revitalização e organização do acervo.

A Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc) é responsável pelo gerenciamento e manutenção do museu. O superintendente de desenvolvimento da Cultura, Sebastião Vieira e Melo, lembrou que a equipe da pasta trabalha em ritmo acelerado para entregar o plano museológico assim que a obra estrutural estiver concluída. “Estamos vivendo um momento muito importante, voltado a preservação da nossa história”, disse, explicando que a meta é desenvolver um projeto moderno e interativo para o Palacinho.