Projetos 29/04/2020 - 14:18 - Seleucia Fontes / Governo do Tocantins

Reabertura do Parque Estadual do Jalapão passará por estudo de viabilidade técnica

Durante videoconferência, Tom Lyra ressaltou a preocupação do governador Mauro Carlesse com a comunidade carente do Jalapão Durante videoconferência, Tom Lyra ressaltou a preocupação do governador Mauro Carlesse com a comunidade carente do Jalapão - Flávio Cavalera/Governo do Tocantins
Dunas e outros atrativos do Jalapão estão fechados para a visitação turística Dunas e outros atrativos do Jalapão estão fechados para a visitação turística - José Neto Maradona/Governo do Tocantins

Manter um diálogo aprofundado a partir da criação de um grupo de trabalho envolvendo a Superintendência de Turismo da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), as prefeituras dos oito municípios que integram a região turística Encantos do Jalapão e representantes do trade turístico, comunidades quilombolas, Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), secretarias de Estado do Meio Ambiente e Recurso Hídricos e da Saúde, bem como Ministério Público e Defensoria Pública do Estado. Esta foi a principal decisão tomada durante videoconferência realizada nesta quarta, 29, com a participação de vários destes segmentos.

Também será estabelecido um calendário de reuniões para manter o diálogo com todos os envolvidos, visando principalmente a construção de uma proposta, a ser apresentada ao governador Mauro Carlesse, voltada a reabertura do Parque Estadual do Jalapão, com previsão de data e critérios rígidos de funcionamento, com controle quantitativo de visitações e medidas de prevenção em saúde.

A reunião virtual foi aberta pelo secretário da Indústria, Comércio e Serviços (Sics) e presidente da Adetuc, Tom Lyra, que colocou sua preocupação com as dificuldades econômicas vividas pelas comunidades do Jalapão e pelos empresários que investiram na construção de equipamentos na região.

Apresentou pesquisa apontando prejuízos na ordem de 92% entre os empresários locais, além de autos índices de demissões, inadimplência, pessimismo. “Para 77% dos entrevistados, os mais pobres pagarão essa conta”, ressaltou, completando que 20% dos moradores do Jalapão não têm acesso aos recursos federais e estaduais e dependem do turismo para sobreviver. “Precisamos fazer algo para evitar o colapso”, ressaltou, lembrando que todas as medidas devem levar em conta as normas de segurança e a opinião dos envolvidos. “O Governador não vai tomar decisões arbitrárias”, completou Tom Lyra.

Vale lembrar que a unidade de conservação é o principal cartão postal do turismo tocantinense, mas continua fechado por tempo indeterminado a visitação em obediência ao Decreto 6.071/2020.

Viabilidade

Presidente do Naturatins, Sebastião Albuquerque, ressaltou que a preocupação com o Jalapão se estende aos parques nacionais de todo o país, que os gestores ambientais estão em constante contato. Disse ainda que o Decreto 6.071/2020 está em vigor e qualquer mudança deverá passar por um estudo sobre a viabilidade da abertura, que ainda terá que ser validado pelo Comitê de Crise e pelo governador Mauro Carlesse. “Não vamos impor nada, vamos tomar decisões em conjunto”, completou, ressaltando que a gestão dos parques estaduais é de competência do Instituto.

Os participantes da videoconferência concordaram com a importância da elaboração de um Plano Estratégico para a retomada das operações turísticas. É o caso de Alex Paulo Siqueira, que defendeu o controle efetivo do fluxo de visitação para dar segurança aos turistas e confirmou a disposição da Associação Tocantinense de Turismo Receptivo (ATTR) em colaborar.

Representando Mumbuca, Ana Cláudia Matos ressaltou que a prioridade, no momento, é proteger a vida, e lembrou a importância da comunidade quilombola na difusão do artesanato em capim dourado e dos atrativos do Jalapão nacional e internacionalmente.

Também participaram da videoconferência, o secretário de Meio Ambiente e Turismo de Mateiros, Heberson Martins, o prefeito e a secretária de Turismo e Meio Ambiente de Ponte Alta, Kleber Rodrigues de Sousa e Dircivânia Ribeiro Martins – que também preside a Instância de Turismo da Região Encantos do Jalapão –, a secretária de Turismo e Meio Ambiente de São Félix do Tocantins, Ramilca Ribeiro, a prefeita de Lizarda, Suelene Lustosa Matos, o presidente da Associação de Condutores do Jalapão (Ajaca), João Carlos de Souza, entre outros.