Gestão 13/05/2020 - 15:03 - Seleucia Fontes / Governo do Tocantins

Adetuc encerra série de reuniões virtuais com balanço positivo

A reunião virtual reuniu representantes da região das Serras e Lago A reunião virtual reuniu representantes da região das Serras e Lago - Adetuc/Governo do Tocantins

Durante a última videoconferência de mobilização pela reestruturação do turismo no pós-pandemia do coronavírus (Covid-19), gestores e técnicos da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e dos municípios pertencentes a Região Turística Serras e Lago reiteraram o compromisso de união em torno da elaboração de projetos que garantam a sobrevivência econômica do Estado.

“Este é um momento de cooperação, precisamos nos sentar juntos para discutir um plano de emergência”, conclamou o presidente da Adetuc e secretário da Indústria, Comércio e Serviços (Sics), Tom Lyra, lembrando que a região Serras e Lago reúne cerca de 30% de toda a população economicamente ativa do Estado.

“Quem define as regras de funcionamento são os municípios, o decreto governamental orienta aos empresários seguirem as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS)”, continuou o gestor, reiterando a importância da realização de estudos de viabilidade e construção conjunta de um plano de abertura, a ser apresentado ao governador Mauro Carlesse.

“Assim como os gestores municipais, o Governador se preocupa com o desenvolvimento das cidades e a sobrevivência das empresas”, afirmou o presidente do Naturatins, Sebastião Albuquerque, ao explicar que a área de licenciamento e fiscalização do Instituto não parou. “A agricultura se mantém muito ativa”, comemorou. “Estamos prontos para atender os gestores, tirar suas dúvidas, e participar da organização logística para a reabertura dos parques estaduais, com muita responsabilidade, preservando servidores, população e turistas, completou.

Os gestores participantes da videoconferência apontaram a preocupação com o controle da propagação da Covid-19 e se colocaram a disposição para a elaboração do plano de retomada, já que muitos projetos turísticos e culturais foram interrompidos, alguns cancelados, outros estão em fase de reestruturação, adotando modelo virtual, a exemplo da Agrotins 2020.

O prefeito de Miracema, Saulo Sardinha, contou que o turismo no município está em fase de consolidação e a administração vinha trabalhando em uma programação intensa para 2020, com temporada de praia, Miracaxi (micareta realizada em julho), Festival Gastronômico, sendo agora necessário alterar todo o planejamento. “Esta ação do Governo é muito importante, precisamos assumir nosso papel de gestores, trocar de informações, pois é um momento que exige criatividade, e Miracema está a disposição, queremos somar”, garantiu.

Em nome da prefeitura de Palmas, o secretário executivo da Agência Municipal de Turismo (Agetur), William Brito, que também preside a instância governamental da região das Serras e Lago, enfatizou a necessidade de apresentar aos empreendedores turísticos medidas que contornem este momento difícil da economia, sem descuidar da saúde.

O secretário de Cultura e Turismo de Porto Nacional, Arnaldo Bahia, lembrou que vários eventos agendados estão suspensos, como os festivais do pequi e do buriti, a terceira edição Feira Literária e a tradicional Semana da Cultura, que ocorreriam em junho. “Estamos trabalhando para garantir a realização em formato digital”, explicou, citando ainda a suspensão da temporada de praia e agradecendo o Estado pela entrega de cestas básicas aos músicos e artesãos do município.

Também participaram da reunião virtual a secretária de Meio Ambiente e Turismo, Maria Ibanilza, a secretária de Desenvolvimento Econômico de Paraíso, Patrícia Nascimento, o diretor de Turismo e Meio Ambiente de Lajeado, Fagner Parente.

Ao final, na superintendente de Turismo Maria Antônia Valadares reforçou importância das instâncias de governança no planejamento que será feito. “A partir de agora vamos passar por discussão mais técnica para elaborar o plano de retomada”, concluiu.