Gestão 29/06/2020 - 18:17 - Seleucia Fontes / Governo do Tocantins

Governador Mauro Carlesse visita projeto de manejo sustentável do Rio Caiapó às vésperas do Dia do Pescador

Governador Mauro Carlesse foi recepcionado pela prefeita de Araguacema, Isabella Simas
Governador Mauro Carlesse foi recepcionado pela prefeita de Araguacema, Isabella Simas - Adetuc/Governo do Tocantins
O rio Caiapó é um importante berçário de peixes 
O rio Caiapó é um importante berçário de peixes - Adetuc/Governo do Tocantins


O Tocantins é reconhecido como um dos estados com maior potencial para a prática da pesca esportiva no Brasil. Somente a bacia Araguaia-Tocantins possui uma extensão  aproximada de 2.500 km, com diversas áreas propensas a essa prática, além de lagos naturais e artificiais, como os que se formaram a partir da construção de hidrelétricas. No final de semana que antecedeu o Dia do Pescador, 29 de junho, o governador Mauro Carlesse esteve em um destes pontos. 
No sábado, 27, a convite do secretário de Indústria, Comércio e Serviços (Sics) e presidente da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Tom Lyra, o Governador conheceu trajeto do rio Caiapó, afluente do rio Araguaia, onde se desenvolve projeto de manejo sustentável. E foi recepcionado em Araguacema pela prefeita Isabella Simas, que apresentou parte do projeto. 
Local considerado como importante berçário para inúmeras espécies, o trecho da ponte localizada na rodovia TO-442, na divisa entre os municípios de Araguacema e Caseara, até a foz do Caiapó está com a pesca proibida em todas as modalidades, para garantir o repovoamento pesqueiro na região.

A proibição visa garantir a reprodução de inúmeras espécies, bem como a sobrevivência das famílias de pescadores que têm nesta atividade o único meio de adquirir renda e manter suas famílias. “A Portaria nº 045 do Naturatins busca reduzir a escassez do pescado naquela região. Por outro lado, o trabalho da Adetuc é estimular a exploração da pesca esportiva, que pode garantir novos postos de trabalho sem afetar o equilíbrio da biodiversidade nos recursos hídricos do Estado”, pontua Tom Lyra, ao enfatizar a importância dos pescadores, tanto os profissionais, quanto os que se dedicam à modalidade esportiva.

 

Estímulo


Segundo a Associação Nacional de Ecologia e Pesca Esportiva (Anepe), há mais de 280 mil pescadores amadores esportivos licenciados. Para intensificar o fomento a esta modalidade turística, a Adetuc iniciou, ainda no ano passado, o projeto de “Elaboração do Plano Estratégico e Operacional de Pesca Esportiva do Estado do Tocantins”..
Entre as várias etapas do projeto, que conta com recursos do Programa de Desenvolvimento Regional, Integrado e Sustentável (PDRIS) por meio do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), está a formação de guias de pesca para atuarem no Estado. “Oferecer novas oportunidades de trabalho e geração de renda é uma das metas do Governo Mauro Carlesse”, ressalta Tom Lyra, lembrando que o turismo doméstico será a ‘bola da vez’ no processo de retomada do turismo nacional.